Arquivo da Categoria ‘Hardware’

O que acontece quando você junta 24 cartões Samsung de 256 GB SSD?

quinta-feira, 12 de março de 2009

Meu  computador principal é muito rápido, com um belo overclocked Core 2 Duo, memória RAM e uma rápida placa de vídeo. Infelizmente ele não tem uma peça abrandar o.  Enquanto meu disco rígido é SATA, eu amaria substitui-lo por um drive SSD mais rápido. Minha questão principal é que a velocidade que ganho não justifica o preço. Mas e se o preço não for objeto? Era o que poderia fazer com que você diga, 24 drives SSD top de linha? Você pode abrir todo o Microsoft Office em meio segundo. Você tem uma taxa de transferência de 2GB/s. Você ainda poderá fazer o vídeo visto acima.

VIA [ Dvice ]

Mapeamento de Rede automático: LANMap é a solução

domingo, 2 de março de 2008

Dica publicada por Edivaldo Brito no Planeta Ubuntu Brasil.

Se você precisa de um mapa da sua rede, o lanmap pode ser a solução. Para instalar ele basta digitar na linha de comando:

sudo apt-get install lanmap

Depois, basta chama-lo com o comando:

sudo lanmap -i eth0 -r 30 -T png -o /tmp/

Ele irá varrer sua rede e gerar um arquivo chamado lanmap.png na pasta indicada no comando (no nosso caso, a pasta /tmp/), será algo parecido com a figura abaixo.

lanmap.png

Para mais detalhes consulte a man page do programa ou os endereços abaixo:

http://www.ubuntugeek.com/lanmap-network-discovery-tool-that-produces-nice-2d-images.html

http://www.vivaolinux.com.br/dicas/verDica.php?codigo=9529

http://parseerror.com/lanmap/

Recuperação de dados no linux

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Hoje me pediram para restaurar dados apagados de uma partição FAT32, eu já havia feito isso no windows com um programa chamado Easy Recovery, como estava no linux(ubuntu) não tinha idéia de qual programa usar. Pesquisando achei as seguintes alternativas:

Trinity Rescue Kit – é uma distribuição linux com diversas ferramentas para recupedação de dados, achei um tutorial sobre ele no vivaolinux.com.br que vale a pena ser conferido:
http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=6917

TestDisk e Photorec -  é um pacote com uma ferramenta para testes e recuperação de partições de discos e cartões de memória flash(pendrive, cartões de máquinas fotográticas, etc.) – Funciona no Windows e no Linux!

Tutorial sobre o PhotoRec

Um artigo de recuperação de dados no ubuntu – vale a pena para recuperar partições ntfs

System Rescue CD – Outra distribuição com diversas ferramentas para recuperação de dados

Por que se chama Bluetooth™?

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

O rei Viking Harald Bluetooth (Dente Azul) unificou a Noruega e a Dinamarca; ele era reconhecido por ser um grande comunicador, hábil em reunir as pessoas para conversarem – mas ele jamais teria adivinhado que mil anos depois, uma poderosa tecnologia receberia o seu nome!

Nome bem apropriado, visto que o padrão foi desenvolvido inicialmente pela Ericsson. O objetivo do Bluetooth era oferecer um padrão para a comunicação sem-fio que exigisse pouca memória, CPU e principalmente bateria, de modo que pudesse ser implementado em qualquer tipo de dispositivo sem aumentar significativamente o seu preço. Assim, qualquer aparelho eletrônico poderia se comunicar com qualquer outro sem complicações.

Inicialmente, se pensava apenas em substituição de fios e conectores. Um mesmo fone de ouvido sem fio poderia ser utilizado com o seu celular enquanto você está no carro, com o seu telefone residencial em casa, com a televisão (quando você quer assistir TV à noite sem incomodar a esposa) ou com o seu walkman. Um telefone celular digital poderia ser utilizado como modem para conexão à Internet pelo seu laptop ou PDA sem a necessidade de cabos de dados proprietários. Ou então o seu telefone residencial Bluetooth poderia ser utilizado como modem, tanto pelo seu computador quanto pelo computador do seu filho, sem a necessidade de espalhar cabos pela casa. Da mesma forma, seria o fim dos comutadores de impressoras e de tantos outros dispositivos que servem apenas para contornar a falta de cabos e conectores em quantidade suficiente.

A especificação básica das redes Bluetooth fornece velocidade em torno de 1Mbps (723 Kbps efetivos para dados) e alcance de 10 metros. Pode parecer extremamente limitado se comparado a outras tecnologias de rede sem fio como o IEEE 802.11 (Ethernet sem fio), que opera a 11Mbps a 100m, mas o Bluetooth tem taxa de transferência comparável aos dispositivos USB atuais e um alcance maior do que a maioria dos cabos que hoje estão conectados ao seu computador. Especificações ampliadas do padrão permitem o aumento da velocidade para 10Mbps e 100m de raio, às custas de maior consumo de energia e a presença de uma antena auxiliar.

Um módulo Bluetooth pode ser montado em um único chip, incluindo o circuito de transmissão e recepção de rádio, tornando-o viável até em minúsculos players MP3 e relógios de pulso. São utilizadas freqüências na faixa ISM (Industrial, Scientific and Medic), que não requerem licenciamento prévio (ao contrário das freqüências para rádio FM ou telefones celulares), gerando potencial de interferência com redes 802.11, controles remotos para portões de garagem e uma infinidade de outros dispositivos de rádio. Entretanto, o Bluetooth utiliza um mecanismo de ~Sspread spectrum sequence hoping~T, ou seja, um dispositivo Bluetooth alterna rapidamente entre várias freqüências diferentes, de modo que ele só será sujeito à interferência de um dispositivo não-Bluetooth (ou causará interferência neles) durante intervalos de poucos milissegundos quando as freqüências coincidirem.

Na verdade, várias redes Bluetooth, que chamamos de ~Spiconets~T, podem coexistir dentro do mesmo raio de alcance, cada uma utilizando uma seqüência diferente de freqüências, de modo que uma interfira pouco no funcionamento da outra. Alguns nós podem ainda alternar entre as seqüências de freqüência das várias piconets, atuando como uma ponte entre elas e formando o que chamamos de ~Sscatternet~T. Os nós pontes também permitem que a rede Bluetooth englobe uma área com mais do que 10m de raio, pelo estabelecimento de piconets independentes interligadas por nós pontes no meio do caminho.

Fonte: http://rafaelduartegomes.blogspot.com/

Enviando SMS via Linha de Comando no Ubuntu

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Esta aí uma boa dica para quem quer automatizar a comunicação com os clientes/usuários, testei e funcionou perfeitamente:

Enviando SMS via Linha de Comando no Ubuntu – “Criei um pequeno tutorial de como enviar SMS usando linha de comando no Ubuntu.Isso pode ser de grande ajuda caso alguem use um sistema de monitoramento e queira ser avisado de erros em seu servidor.”

PS: Não é gratuito o envio de mensagens

Computador com pedais vence concurso sobre energia renovável

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

“Faz bem à saúde, ao meio ambiente e pode ser colocado em qualquer PC”, disse José Antonio Cobos, da Politécnica de Madri. Crédito: Divulgação


Uma equipe de estudantes da Universidade Politécnica de Madri (UPM) criou um dispositivo com pedais para fornecer energia para computadores portáteis.

O projeto recebeu o primeiro prêmio em uma competição internacional organizada pela empresa de processadores Intel na qual participaram alunos de 6 universidades européias.

Segundo explicou José Antonio Cobos, professor de Engenharia Industrial da UPM, a principal contribuição do projeto é um sistema eletrônico que processa e controla o fluxo de eletricidade entre os pedais e o computador. “O sistema pode ser aplicado a qualquer PC, é benéfico para a saúde e respeita o ambiente”, afirmou Cobos.

O site do Centro de Eletrônica Industrial da Universidade traz um vídeo de demonstração do sistema.

Saiba mais sobre o computador em COQUETEL.

Leia mais sobre: tecnologia, meio ambiente

Fonte: IG

Empresa coloca 10 mil iPods dentro de picolés

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007
 
 

 

iPods estarão dentro de picolés falsos, mas idênticos aos verdadeiros

A empresa de sorvetes Kibon vai começar uma promoção onde vai esconder dentro de um picolé um iPod shuffle de verdade. O que não vai ser de verdade é o picolé.

A Kibon fez diversos testes e chegou à conclusão de que um iPod verdadeiro não sobreviveria em um picolé, mesmo com uma embalagem de plástico. O que a empresa fez então foi fabricar um sorvete idêntico ao verdadeiro, mas de forma que protegesse o aparelho. Somente depois de muitos testes para ver se o iPod aguentaria as baixas temperaturas e a umidade, a Apple liberou que a promoção fosse feita.

Quanto ao cabo, fones e manual, a Kibon vai fornecer um 0800 para o ganhador entrar em contato e receber pelo correio os acessórios e, é claro, o picolé do mesmo sabor que comprou originalmente.

Serão 10 mil iPods na promoção, que inicia no dia 18 de dezembro.

Fonte: Terra

Nanotecnologia da IBM: supercomputadores em notebooks

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

A IBM anunciou ontem uma tecnologia nanofotônica em silício que irá revolucionar o conceito de computador pessoal, permitindo que o poder computacional dos supercomputadores atuais possam ser usados em notebooks.

E existem sérias barreiras físicas e comerciais para que isso aconteça. Alguns supercomputadores podem consumir tanta energia quanto um bairro ou uma cidade pequena. Com essa tecnologia, o consumo, segundo a IBM, será o equivalente a uma lâmpada.

O nome da invenção, em inglês, é silicon Mach-Zehnder electro-optic modulator que pode ser traduzido como modulador eletro-óptico de silício Mach-Zehnder. Ele transforma os pulsos elétricos em fótons de comprimento de onda específicos, ou seja, luz colorida através de um nanophotonic waveguide (um tubo de silício capaz de controlar a velocidade da luz), sendo capaz de interligar os núcleos da CPU sem a microfiação, que ocupa muito espaço, esquenta demais e consome muita energia.

Leia mais em: MeioBIT

CPU Benchmark

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Fonte: http://ricardomerces.blogspot.com/2007/10/cpu-benchmarks.html

Você realmente tem idéia da performace do seu processador? O quanto realmente ele é mais ou menos rápido que os demais? Qual a melhor performace, AMD ou Intel? Para aqueles que não tem o privilégio de fazer um upgrade a cada novo lançamento e comprovar na prática a velocidade do seu novo brinquedo, existem diversos comparativos na Internet, um muito legal é o CPU Benchmark que oferece diversas medições dentre elas o Common Cpu Chart.

Fonte: http://ricardomerces.blogspot.com/2007/10/cpu-benchmarks.html