Arquivo da Categoria ‘Ruby On Rails’

RIA (rich internet applications)

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Lendo um artigo encontrado na net sobre FLEX ( http://www.egenial.com.br/tutos/FlexonRails-eGenial.pdf ) pois estava querendo as possibilidades e alternativas para uma interface mais amigável ao usuário em sistemas de internet, e sinceramente não gostei da estrutura do FLEX para este tipo de aplicações… como no próprio artigo fala sobre outras duas alteranativas (FLASH e OpenLaszlo), pretendo estudá-las e postar algo aqui.

PHPonTRAX (ou PHP on Rails)

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Ta aí um projeto para quem gostou de Ruby On Rails mas odiou a linguagem Ruby:

http://www.phpontrax.com/

http://www.phpontrax.com/videos/part2-settingup_blog-part1.mov

Toda (ou quase toda) organização e automatização do RoR no PHP!

Ruby on Rails

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Ontem tive minha primeira experiência com o RoR, o Lucas Neves da WebPack me passou o InstantRails ( http://instantrails.rubyforge.org/ ), que é bem fácil de instalar:

  • Descompactar na raiz do disco preferencialmente;
  • Arrumar o PATH (no linux edite /etc/profile, no windows acessando propriedades de sistema – painel de controle – mude em avançado tem a opção variáveis de ambiente) edite adicionando a pasta do instantrails ( /instantrails no linux ou C:\instantrails no windows );
  • Crie uma pasta em qualquer lugar do sistema, esta pasta será seu DocumentRoot, logo em seguida, entre na pasta e digite “rails [nome_do_projeto]“
  • Para rodar o servidor, entre na pasta do projeto e digite “ruby script\server”

Pronto… seu projeto já está criado e rodando! ( http://localhost:3000/ )

Agora vem uma parte fantástica, você deve criar um banco de dados e uma tabela, aconselho a criação de tabelas no plural (ex: cadastro de clientes, a tabela será Clientes)

Agora o ruby criará os Modelo, Controller e o View apartir desta tabela no banco:

  • Abra um novo console de comandos e vá para a pasta do projeto criado
  • Edite o arquivo config/database.yml configurando corretamente os bancos
  • Tudo configurado dentro da pasta do projeto execute “ruby script\generate scaffold Cliente Admin::Cliente”

Pronto você já tem um “programa” funcionando com Ruby On Rails

Veja uma documentação bem completa aqui

Bom eu já dei uma olhada bem rápida, achei a linguagem Ruby extremamente diferente dos filhos e netos do C (java, php, etc…) o que significa, para mim, no momento uma baixíssima produtividade pela falta de conhecimento da sintaxe, ao mesmo tempo fico maravilhado com algumas funcionalidades do RoR:

  • O console do Ruby que permite trabalharmos “on line” criando objetos, atribuindo valores, é um shell… muito bom ( “ruby script\console” )
  • Geração automatica do MVC
  • Organização do framework, muito boa!
  • Aplicativo GEM, que funciona como um “apt-get install” para instalar scripts disponíveis no repositório( exemplo “gem install flickr” ou “gem install gmail”)

Não vou mudar minha linguagem de programação principal para o Ruby On Rails, mas é um projeto bacana e louvável, para mim é uma pena a escolha da linguagem.

Servidor para Ruby on Rails

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Qual servidor devo usar para rodar o RoR?

Estou fazendo testes baseados no artigo abaixo… comento depois as minhas impressões.

WEBrick, Apache, lighttpd ou Mongrel?

http://www.infoblogs.com.br/view.action?contentId=19796